São Bernardo (88th Edition)

São Bernardo (88th Edition)

Graciliano Ramos


First released in 1934.

About the author: Graciliano Ramos used to be extensively certainly one of an important Brazilian authors of the twentieth century. He used to be a seminal voice within the literary "regionalism" movement.
As a baby Ramos lived in lots of towns of Northeastern Brazil, tormented by poverty and critical climatic conditions (droughts). After high-school, Graciliano went to Rio de Janeiro the place he labored as a journalist. In 1915 he traveled to Palmeira dos Indios, kingdom of Alagoas, to stay together with his father and in 1927 he was once elected mayor.
In 1933 he released his first publication, Caetés. many years later he used to be jailed by means of the Getúlio Vargas govt, on a cost that was once by no means made transparent. His studies in prison might develop into a different own deposition, Memórias do Cárcere.
Graciliano died in 1953, on the age of 60. His "dry" sort of writing and the clash among the identification and the area are the numerous marks of his works.

About the publication (in Portuguese): Defrontado consigo mesmo e suas lembranças, no declínio de um atribulado percurso de vida, Paulo Honório, que chegara a ser um poderoso fazendeiro do sertão alagoano, conta a sua história. E o que nos fica é a figura de um homem simplório, perplexo diante da complexidade da existência sobre a qual lutou, sempre, para se manter no papel de protagonista, e que teve entretanto suas ações voltadas contra si mesmo. É o perfil de um homem envolvido quase instintivamente no jogo de poder, na arriscada aposta da lei do mais uniqueness, e para quem o triunfo rende apenas o vazio e o abandono.

Ao ultimate, Paulo Honório deixa de lado o que conquistou, oprimido pela constatação de que perdeu justamente o que poderia humanizar sua vida, inclusive sua mulher, Heloísa, a quem se culpa, no fundo, por ter destruído. O que escapou a Paulo Honório foi a capacidade de manter o que lhe poderia despertar a aptidão para amar.

A par da elaborada teia existencial desenvolvida ao longo da trama - pelos conflitos entre as visões de mundo incorporadas pelos personagens - destaca-se um texto riquíssimo, principalmente nas falas de Paulo Honório, construído em metáforas surpreendentes, embora disfarçadas pela concretude das palavras.

Ciúme, solidão... Não há sínteses satisfatórias para um romance como este, de linhagem genuinamente machadiana, em que a alma dos personagens se expõe com tanta crueza e exatidão. São Bernardo é a obra que projetou Graciliano Ramos como um dos maiores escritores brasileiros.

Show sample text content

Download sample